BIBLIOGRAFIA

O que ler?

A bibliografia que, pela primeira vez, ofereço aos meus leitores é uma relação bem pessoal e incompleta, em função da exiguidade de tempo para recuperar as anotações de tudo que li sobre a cabanagem em quase meio século de interesse pelo tema.

Esse interesse remonta a 1966, quando fiz as primeiras pesquisas no Arquivo Público do Pará, em busca de material para textos jornalísticos. Não segui completamente as regras bibliográficas convencionais quando o que se impunha, numa publicação de massa, era facilitar a compreensão e a pesquisa do leitor. Para ajudá-lo na sua tarefa, coloquei entre parênteses o trecho do livro indicado que se refere à cabanagem. No entanto, há também indicações nas quais faltam alguns dados, o que se deve a ter tido acesso limitado à fonte que consultei, ter recebido cópia xerocopiada parcialmente, porque foi leitura indireta, feita sobre publicação de terceiro (expressamente citada), ou, por diversas circunstâncias, não ter feito todas as observações quando pesquisava.

Quando comecei a ler sobre o tema, ainda na adolescência, não imaginava que poderia vir a escrever alguma coisa mais pretensiosa. Sempre achei que havia gente mais habilitada para essa tarefa. E ainda mantenho esse ponto de vista. Minha tarefa, como jornalista, é divulgar, difundir e motivar interesses.
Espero que a bibliografia a seguir contribua para provocar atenção cada vez maior pela cabanagem.

ALBUQUERQUE, Manoel Maurício de – Pequena História da Formação Brasileira. Editora Graal, Rio de Janeiro, 198l (371/372).
ALBUQUERQUE, A. L. Porto – Impressões sobre a Construção Naval no Brasil durante a Monarquia. Navigator nº 3, junho de 1971 (15/17).
ALMEIDA, Cândido Mendes de – Memórias para a História do Extinto Estado do Maranhão, cujo Território compreende hoje as Províncias do… anotadas por….1860.
AMAZONAS, Lourenço da Silva Araújo – Dicionário Topográfico, Histórico, Descritivo da Comarca do Alto Amazonas. Edição fac-similar da Associação Comercial de Manaus, Tipografia Comercial de Meira Henriques, Recife, 1852.
ANAIS DA BIBLIOTECA E ARQUIVO PÚBLICO DO PARÁ – Correspondência da Junta Militar Provisória com Diversos, 1824 (44/164).
ANDRÉA, José de – O Marechal Andréa nos Relevos da História do Brasil. Biblioteca do Exército Editora, Rio de Janeiro, 1977 (121/146).
ANDRÉA, José Francisco de Souza Soares de – Defesa do Marechal F. J. de S. Soares Andréa no Supremo Tribunal de Justiça Oferecida a seus Amigos. Tipografia do Diário, Rio de Janeiro, 1842.
ANDRÉA, José Francisco de Souza Soares de – Exposição com que o Presidente da Província do Pará, Francisco… Abriu a Sessão…, Pará, 1838.
ARANHA, Bento de Figueiredo Tenreiro – Cenas da Cabanagem no Amazonas (Província do Grão-Pará). Revista do Instituto Histórico, Geográfico e Etnográfico do Pará, volume 1 (20/25).
AZEVEDO, J. Eustáquio de – Antologia Amazônica (Poetas Paraenses). 3ª edição, Conselho Estadual de Cultura, Belém, 1970, da 1ª edição, de 1904 (Patroni, 41).
AZEVEDO, José Soares de – O Pará em 1823. S. W. Sentenance, Londres, 1852 (citado por ROCQUE, 1984).
AZEVEDO, Moreira de – História Pátria, o Brasil de 1831 a 1840.
BAENA , Antonio Ladislau Monteiro – Compêndio das Eras da Província do Pará. Universidade Federal do Pará, Belém, 2ª edição, 1968 (1ª edição, 1839).
BAENA , Antonio Ladislau Monteiro – Defesa dada em Conselho de Guerra contra a Acusação do Ilmo. Exmo. Presidente e Governador Interino das Armas da Província do Pará o Senhor José Félix Pereira de Burgos. Tipografia Nacional, S. Luís do Maranhão, 1827, 129 páginas.
BARATA, Manoel Cardoso – Formação Histórica do Pará. Universidade Federal do Pará, Belém, 1973.
BARATA, Mário – Sesquicentenário da Revolução Constitucionalista do Pará. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 2, nº 5, novembro/dezembro de 1972 (72/74).
BARATA, Mário – Independência e Busca da Unidade (1822/2823). Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 2, nº 8/9, julho/dezembro de 1972 (89/10l).
BARATA, Mário – Nativismo na Independência. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 3, nº 12/13, julho/dezembro de 1973 (176/178).
BARATA, Mário – Poder e Independência no Grão-Pará. Conselho Estadual de Cultura, Belém, 1975.
BARREIROS, Luís – Cametá, Notícia Histórica. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume 6, 1931 (231/235).
BARREIROS, Luís – O 14 de Abril e sua Comemoração. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume 6, 1913 (271/283).
BARROSO, Gustavo – História Secreta do Brasil, 3ª parte, volume III. Editora Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1937 (178/215).
BATES, Henry Walter – O Naturalista no Rio Amazonas. Companhia Editora Nacional, 2 vols.,1ª edição, 1859 (I: 62, 68/70, 187, 229, 253, 271, 272, 342, 345; II: 20/23, 80, 95, 126.
BITTENCOURT, Agnello – História do Amazonas. Jornal do Commércio, Manaus, 21/10/1931.
BLAKE, Augusto Victorino Sacramento – Biografia de Félix Antonio Clemente Malcher. 2º volume, 1970, letra F, pág. 331.
BLAKE, Augusto Victorino Sacramento – Biografia de Filippe Alberto Patroni Martins Maciel Parente. 5º volume, letra F, pág. 347.
BLAKE, Augusto Victorino Sacramento – Biografia de Andréa. 3º volume, pág. 16.
BOITEUX, Lucas Alexandre – Marinha Imperial versus Cabanagem. Imprensa Nacional, Rio de Janeiro, 1943, 401 páginas.
BOITEUX, Lucas Alexandre – A Esquadra nas Lutas da Independência. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, tomo especial, I Congresso de História Nacional, colume V, 1917.
BORGES, Ricardo – Vultos Notáveis do Pará. Conselho Estadual de Cultura, Belém, 1970.
BOTELHO, João – 1º Centenário da Extinção da Cabanagem. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume 10, 1936 (371/380).
BRAGA, Theodoro – História do Pará, Resumo Didático. Editora Melhoramentos, São Paulo, 1931.
BRANCO, Barão do Rio – Efemérides Brasileiras, Imprensa Nacional, Rio de Janeiro, 2ª edição, 1891.
BRAVO, M. Pinto – Curso de História Naval. Rio de Janeiro, 2 volumes, 1878.
BRUNO, Ernani da Silva – História do Brasil – Geral e Regional. Volume l, Amazônia, Editora Cultrix, São Paulo, 1967.
BUARQUE, Manuel – D. Romualdo de Seixas, Marquês de Santa Cruz in Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume VIII, 1933 (187/192).
CALMON, Pedro – História do Brasil. Cia. Editora Nacional, Rio de Janeiro, 1947, volume IV (298/302).
CALMON, Pedro – História de D. Pedro II. Editora José Olympio/INL, 1975, 5 volumes.
CALÓGERAS, Pandiá – Formação Histórica do Brasil. Cia. Editora Nacional, Rio de Janeiro, 4ª edição, 1945 (151, 152).
CAMINHA, João Carlos Gonçalves (vice-almirante) – A Guerra da Independência. Navigator, nº 14, janeiro de 1978 (56/59).
CARREY, Émile – O Amazonas. 1ª parte: Os Mulatos de Marajó. 2ª parte: Os Revoltosos do Pará. Editado em Lisboa, 1862.
CASTRO, Augusto Olympio Viveiros de Castro – Sobre Patroni. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, tomo especial, I Congresso de História Nacional, volume III, 1915 (46/48).
CHAVES, Maria Anunciada Ramos – O Processo da Independência no Pará. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, Belém, ano 2, nº 8/9, julho/dezembro de 1972 (63/74).
CLEARY, David – Documentos Ingleses. Secult/Imprensa Oficial do Estado, Belém, 2002, 274 páginas.
COSTA, João Manoel da – Relação Nominal dos Rebeldes Presos. 3 volumes, 961 páginas.
COUDREAU, Henry Anatole – La France Équinoxiale. Études sur les Guyanes et l’Amazonie. Clallamal Aimé Ed., Paris, 1886.
CRUZ, Ernesto – Francisco Pedro Vinagre, 2º Governador Cabano. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume 10, 1936 (335/340).
CRUZ, Ernesto – Procissão dos Séculos. Vultos e Episódios da História do Pará. Imprensa Oficial, Belém, 1936, 184 páginas.
CRUZ, Ernesto – Nos Bastidores da Cabanagem, Revista de Veterinária, Belém, 1942, 553 páginas.
CRUZ, Ernesto – Belém. Aspectos Geo-Sociais do Município. Editora José Olympio, Rio de Janeiro, 1943,.
CRUZ, Ernesto – A Cabanagem in Temas de História do Pará. Editora do Setor de Documentação da SPVEA, Belém, 1960 (161/207).
CRUZ, ERNESTO – As Edificações de Belém. Conselho Estadual de Cultura, Belém, 1971
CRUZ, Ernesto – Adesão do Pará à Independência. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, Belém, ano 2, nº 8/9, julho/dezembro de 1972 (75/83).
CRUZ, Ernesto – História do Pará. Governo do Estado do Pará, volume I, 1973 (271/352).
CRUZ, Ernesto – História de Belém. Universidade Federal do Pará, Belém, 1973, 2 volumes.
CRUZ, Ernesto – Atuação da Câmara Municipal de Belém no Tempo da Cabanagem. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 5, nº 20/21, julho/dezembro de 1975 (41/44).
CUNHA, Raymundo Cyriaco Alves da – Paraenses Ilustres. Conselho Estadual de Cultura, Belém, 3ª edição, 1970 (1ª edição, 1896; 2ª, 1900).
CUNHA, Raymundo Cyriaco Alves da – Pequena Corografia da Província do Pará, 1887.
DUQUE, Gonzaga – Revoluções Brasileiras (Resumos Históricos). Editora Laemmert, Rio de Janeiro, 1897.
GAMA, Aníbal – A Marinha de Guerra na Pacificação Interna do Brasil. Congresso Internacional de História da América, Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, 1923, volume VII (275/454).
GONÇALVES DIAS, Antonio – Memória Histórica do Amazonas. São Luís, 1868 (obra póstuma).
GUIMARÃES, Isidoro Francisco – Memória Histórica sobre os Sucessos do Pará em 1835, Publicada pelo Comandante da Corveta “Elisa”. Raiol, Motins Políticos, volume V, 1865 (453/481).
GUIMARÃES, Renato – A Cabanagem. A Revolução no Brasil. Temas de Ciências Humanas, nº 4, São Paulo, 1978 (43/130).
HANDELMANN, Heinrich – História do Brasil. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, tomo 108, volume 162 (2), Rio de Janeiro (311/316 e 945/946).
HARERIS, Mark – Rebellion on the Amazon. Cambridge University Press, Londres, 2010, 235 páginas.
HURLEY, Jorge – A Cabanagem. Editora Livraria Clássica, Belém, 1936.
HURLEY, Jorge – Traços Cabanos. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, Belém, volume X, 1936 (3/284).
HURLEY, Jorge – Farrapos e Cabanos. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, Belém, volume X, 1936 (325/334).
HURLEY, Jorge – Belém do Pará sob o Domínio Português (1616/1823). Livraria Clássica, Belém, 1938.
JOBIM, Anísio – O Amazonas, Sua História. Companhia Editora Nacional, São Paulo, 1957.
KIDDER, Daniel P. – Reminiscências de Viagens e Permanência nas Províncias do Norte do Brasil. Editora Itatiaia/Editora da USP, São Paulo, 1980 (179/218).
LEAL, Felipe José Pereira – Correções e Ampliações ao que sobre a Revolução que Arrebentou na Cidade do Pará, em Janeiro de 1835 o Conselheiro João Manoel Pereira da Silva, em sua História do Brasil de 1831 a 1840. Bahia, 1879, 78 páginas.
LEAL, Felipe José Pereira – Memória sobre os Acontecimentos Políticos que tiveram Lugar no Pará em 1822/1823. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, volume 22, 1859 (161/200).
LIMA, Felício (coronel) – Dissertação na Posse na Cadeira nº 34. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, volume VII, Rio de Janeiro, 1945 (96/101).
LIMA, José Ignácio de Abreu e – Sinopse dos Fatos mais Notáveis da História do Brasil. Fundação de Cultura da Cidade do Recife, 1983 (351 e 356). 1ª edição, Recife, 1845.
LOBO, Luiz – A Interferência Militar Pró e Contra a Independência. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, 1923, volume IV (399/414).
LOBO, Luiz – História Militar do Pará. Biblioteca Militar, Rio de Janeiro, 1943, 144 páginas.
LUZ, Nícia Vilela – A Amazônia para os Negros Americanos. Editora Saga, Rio de Janeiro, 1968.
LYRA, Heitor – História de D. Pedro II (1825/1891). Editora Itatiaia/Editora da USP, 3 volumes, 1977.
MADUREIRA, João Francisco de – O Despotismo Desmascarado ou a Verdade Dedodada. Dedicado ao Memorável Dia 1º de Janeiro de 1821, em que a Província do Grão-Pará deu Princípio à Regeneração do Brasil. D. Marques Leão, Belém, 1822.
MAGALHÃES, Basílio de – A Cabanagem. Conferência no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro em 13 de maio de 1936. Estudos de História do Brasil, Companhia Editora Nacional, São Paulo, 1940 (205/243).
MAIA, Alves – Félix Malcher e Antonio Vinagre. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, 1936 (341/346).
MALCHER, Félix Antonio Clemente – Defesa de. Rio, 1824, folheto de 8 páginas.
MANCHESTER, Alan K. – Preeminência Inglesa no Brasil. Editora Brasiliense, São Paulo, 1973.
MARIANI, José – Exposição dos Acontecimentos do Pará. Tipografia Nacional, Rio de Janeiro, 148 páginas.
MARINHA, Ministério da – Subsídios para a História Marítima do Brasil. Volume VIII, 1950, e volume X, 1951.
MARINHA, Serviço de Documentação Geral da – Catálogo do Arquivo Cochrane. Edição comemorativa do bicentenário do nascimento do 1º almirante Lorde Thomas Cochrane (Marquês do Maranhão), 1975, Rio de Janeiro.
MEIRA, Sílvio Augusto de Bastos – O 15 de Agosto, Greenfeld e a Hecatombe do “Palhaço”. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume VIII, 1933 (220/264).
MELO, Aláudio de Oliveira – Antecedentes Históricos da Adesão do Pará à Independência. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 2, nº 8/9, julho/dezembro de 1972 (125/151).
MELO, Daniel Garção de – Peças Interessantes Relativas à Revolução Efetuada no Pará a fim de se Unir à SagradaCausa da Revolução Portuguesa. 1821.
MELO JÙNIOR, Donato – Bernardo de Souza Franco na Rebelião Nacionalista de 14 de Abril de 1832 em Belém do Pará. Uma Pesquisa a Sugerir Novas Pesquisas. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 5, nº 20/21, julho/agosto de 1975 (31/38).
MENDONÇA, Mário F. e Vasconcelos, Tem. Alberto – Repositório de Nomes dos Navios da Esquadra Brasileira. Serviço de Documentação Geral da Marinha (separata dos Subsídios para a História Marítima do Brasil), 1959.
MIRANDA, Bertino Lobato de – A Cidade de Manaus, sua história e seus motins políticos. Tipografia J. Renand, 1908, 70 páginas.
MORAES, José (padre) – História da Companhia de Jesus na extinta…. 2 volumes, 1874.
MOSSÉ, B. – Dom Pedro II, Empereur Du Brésil. Librarie de Firmin-Didot, Paris, 1889.
MOURA, Inácio Batista de – D. Antonio de Macedo Costa. Anuário de Belém, 1915, 45 páginas.
MOURA, Levy Hall de – Esquema da Origem e da Evolução da Sociedade Paraense (1616/1901). Volume I, 1957 (13/27).
MUNIZ, Palma (João de) – Adesão de Maracanã à Independência. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume IV, 1923 (185/207).
MUNIZ, Palma (João de) – Adesão do Pará à Independência. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume VI, 1926 (3/398).
MUNIZ, Palma (João de) – Apontamentos Biográficos de Alguns Personagens que Figuraram no Período Histórico de 1821 a 1823. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume IV, Belém (543/572).
MUNIZ, Palma (João de) – Centenário do Regresso dos Patriotas de 14 de Abril e 28 de Março de 1823. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume V, 1926 (129/1340.
MUNIZ, Palma (João de) – Documentos para a História dos Municípios do Pará. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume IV, 1932 (93/103).
MUNIZ, Palma (João de) – D. Romualdo de Souza Coelho. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume 6, 1º semestre de 1931 (217/223).
MUNIZ, Palma (João de) – Grenfell e a História do Pará (1823/1824). Anais da Biblioteca e Arquivo Público do Pará, volume X, 1926 (7/211).
MUNIZ, Palma (João de) – História do Pará. Documentos. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume V, 1926 (147/156).
MUNIZ, Palma (João de) – Limites Municipais do Estado do Pará. Anais da Biblioteca e Arquivo Público do Pará, volume IX, 1916.
OLIVEIRA, José Joaquim Machado de – Defesa às Acusações Feitas pelo Dr. José Mariani, Nomeado para Sucedê-lo na Presidência do Pará. Folheto, 1833.
OLIVEIRA, José Teixeira de – Dicionário Brasileiro de Datas Históricas. Editora Panamericana, Rio de Janeiro, 1944.
PALMEIRA, João – No Tempo da Cabanagem. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume X, Belém, 1936 (363/370).
PAOLO, Pasquale di – Cabanagem: a Revolução Popular da Amazônia. Conselho Estadual de Cultura, Belém, 1985.
PARÁ, Governo da Província – Ata da Sessão da Junta de Governo da Província do Grão-Pará em 11 de Agosto de 1823. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 2, nº 8/9, julho/dezembro de 1972 (153/155).
PARÁ, Governo da Província – Ata da Sessão da Junta Provisória do Governo da Província do Grão-Pará, em 17 de Agosto de 1823. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, ano 2, nº 8/9, julho/dezembro de 1972 (157/158).
PENHA, Domingos S. Ferreira Pena – Juízo Crítico ao 1º Volume dos Motins Políticos de Domingos Antonio Raiol. Jornal do Amazonas nº 292, de 27 de dezembro de 1865, transcrito no 1º volume dos Motins Políticos (217/238). Revista Amazônia, volume 1, nº 4 (113/119); nº 5 (156/166).
PINHEIRO, Andrade (Cônego) – A Ação do Cônego João Batista Gonçalves Campos na Adesão do Pará à Independência do Brasil. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, volume VIII, 1934 (165/174).
PRADO, Maia – A Marinha de Guerra do Brasil na Colônia e no Império. Editora José Olympio, Rio de Janeiro, 1965 (142/168).
PRADO JÚNIOR, Caio – Evolução Política do Brasil. Editora Brasiliense, São Paulo, 1947.
PRETEXTATO, Alfredo Maciel da Silva – Os Generais do Exército Brasileiro, de 1822 a 1889 (Traços Biográficos). 2ª edição. Volume I (80/85; 260/261). Volume II (267/273).
PROENÇA, Raimundo – Pontos de História do Pará. Papelaria Americana, Belém, 1937 (56/75).
PRÚSSIA, Adalberto da – Brasil: Amazonas-Xingu (1841/1842). Editora Itatiaia, Belo Horizonte, 1977 (137/138/139, 148, 163).
QUANTIN, A. de Saint – Guyane Française. Ses Limites Vers L’Amazonie. Imprimerie Administrative de Paul Dupont. Paris, 1859.
QUINTILIANO, Aylton – Grão Pará. Resenha Histórica. Edição do autor, Imprensa Universitária do Pará, 1963 (83/153).
RAIOL, Domingos Antonio – Motins Políticos ou História dos Principais Acontecimentos Políticos da Província do Pará Desde o Ano de 1821 até 1835. Tipografia Imperial Instituto Artístico, Rio de Janeiro. Vol. I, 1865. Volume II, 1868. Volume III, 1883. Volume IV, 1864. Volume V, 1890. 2ª edição, 3 volumes, Universidade Federal do Pará, Belém, 1970.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – História do Amazonas, Manaus, 1931.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – D. Romualdo Coelho (Traços Biográficos do 8º Bispo do Pará, que Esteve à Frente da Diocese Durante 19 Anos). Edição Novidade, Belém, 1940, 162 páginas.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – Prefácio a Cruz (1942). Nos Bastidores da Cabanagem.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – A Incorporação da Amazônia ao Império. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, volume 193, 1946 (110/127). Também na Revista de História, USP, São Paulo, volume 2, 1950 (173/193).
REIS, Arthur Cezar Ferreira – O Processo de Emancipação do Amazonas. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, volume 206, 1950 (158/170).
REIS, Arthur Cezar Ferreira – A Amazônia e a Cobiça Internacional. Companhia Editora Nacional, São Paulo, 1960.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – Súmula de História do Amazonas. Edição do Governo do Estado do Amazonas, Manaus, 1965, 101 páginas.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – Grenfell e a Independência do Pará. Navigator nº 4, dezembro de 1971 (51/60).
REIS, Arthur Cezar Ferreira – O Grão-Pará e o Maranhão. História Geral da Civilização Brasileira, Difusão Europeia do Livro, volume 2, 1972 (71/139).
REIS, Arthur Cezar Ferreira – Síntese da História do Pará. Amazônia Edições Culturais, Belém, 1972. 1ª edição, 1942.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – O Pará na Decisão da Independência. Revista de Cultura do Pará, Conselho Estadual de Cultura, Belém, ano 3, nº 12/13, julho/dezembro de 1973 (13/24).
REIS, Arthur Cezar Ferreira – História de Óbidos. Editora Civilização Brasileira/MEC/Governo do Estado do Pará, Rio de Janeiro, 1979 (64/80). 1ª edição, 1941.
REIS, Arthur Cezar Ferreira – Santarém: Seu Desenvolvimento Histórico. Editora Civilização Brasileira/MEC/Governo do Estado do Pará, Rio de Janeiro, 1979.
REIS, Gustavo Moraes Rego – A Cabanagem. Um Episódio Histórico de Guerra Insurrecional na Amazônia (1835/1839). Edição Governo do Estado do Amazonas, Manaus, 1965.
REIS, Nélio – Raymundo Joaquim Pantoja (o Pantojão). Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, Belém, volume X, 1936 (381/386).
RIBEIRO, Darcy – Os Índios e a Civilização. Editora Vozes, Petrópolis, 1977.
RIBEIRO, Darcy – Teoria do Brasil. Editora Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1975 (117).
RIBEIRO, Manoel Braga – Em Marcha para a Independência. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, Belém, volume 4, 1923 (415/486).
RICCI, Magda – Do Sentido aos Significados da Cabanagem: Percursos Historiográficos. Anais do Arquivo Público do Pará, volume IV, nº 2, 2001 (241/271).
ROCHA, Avertano Barreto – João Batista Gonçalves Campos, Prudêncio José das Mercês Tavares e Bento Martel. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, Belém, volume X, 1936 (347/354).
ROCQUE, Carlos – Cabanagem. Epopeia de um Povo. Imprensa Oficial, Belém, 1984. Edição comemorativa do centenário da cabanagem, 1985, 2 volumes, 550 páginas.
RODRIGUES, Dilke Barbosa – A Vida Singular de Angelim. Irmãos Pongetti, Rio de Janeiro, 1937.
RODRIGUES, José Honório – Independência, Revolução e Contra-Revolução. Editora USP/Francisco Alves, 1975/1976 (109 e 116).
ROSA, Henrique Santa – Homens Notáveis in Dicionário Histórico, Etnográfico e Geográfico do Brasil. Imprensa Nacional, Rio de Janeiro, 1922, volume II (244/258).
SALLES, Francisco José de Souza – Índice Cronológico dos Governadores e Presidentes do Pará, de 1655 a 1888.
SALLES, Vicente – O Negro no Pará sob o Regime da Escravidão. FGV/UFPA, Rio de Janeiro, 1971 (212, 223, 233, 234, 239/236).
SALLES, Vicente – Memorial da Cabanagem. Edições Cejup, Belém, 1992, 319 páginas.
SALLES, Vicente – O Negro na Formação da Sociedade Paraense. Editora Paka-Tatu, Belém, 2004.
SANTOS, João – Cabanagem em Santarém. Livraria Ática, 1968.
SANTOS, Paulo Rodrigues dos – Tupaiulândia. Edição Grafisa, sem data, Belém. 3ª edição, ICBS, Santarém, 2000.
SANTOS, Roberto – História Econômica da Amazônia (1800/1920). T. A. Queiroz, São Paulo, 1980 (11/37).
SENADO FEDERAL – Atas do Conselho de Estado. Centro Gráfico do Senado Federal, Brasília, 1973. Volume II, 1823/1834 (89/90, 149/150).
SILVA, Inário Accioli de Cerqueira e – Corografia Paraense ou Descrição Física, Histórica e Política da Província do Grão-Pará. Diário oficial, Belém, 1833.
SILVA, João Manoel Pereira da – História do Brasil Durante a Menoridade de D. Pedro II (1831/1840).
SILVA, Joaquim Caetano da – L’Oyapock et l’Amazonie. A. Lahure Imp. Éditeur. Paris, 3ª edição, 1899, 2 volumes (1º volume (977 a 1010).
SILVEIRA, Ítala Bezerra – Cabanagem, a Luta Perdida. Secretaria de Cultura do Estado do Pará, Belém, 1994.
SOARES, Teixeira – A Marinha e a Política Externa do Segundo Reinado. Navigator, nº 14, junho de 1978 (10/12).
SOUZA, Francisco Bernardino de (Cônego) – Lembranças e Curiosidades do Vale do Amazonas. Tipografia do Futuro, Belém, 1873 (21, 113/115, 207, 221).
SOUZA, Francisco Bernardino de (Cônego) – Pará e Amazonas. Tipografia Nacional, Rio, 1975, 3ª parte (23/24).
SPIX e MARTIUS – Viagem pelo Brasil. Editora Melhoramentos/Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro/MEC, 1976, volumes II e III.
STUDART, Guilherme (Barão de) – Independência do Pará. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, Belém, volume VI, 1931 (237/243).
TERNAUX, Compans H. – A Notice Historique sur La Guyane Française. Paris, 1843 (146).
THEO FILHO – Taylor. Editora Biblioteca do Exército, Rio de Janeiro, 1953 (185/200).
THORLBY, Thiago – A Cabanagem na Fala do Povo. Paulinas, São Paulo, 1987.
VÁRIOS AUTORES – Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Pará. Edição comemorativa do centenário da cabanagem, 1936.
VERÍSSIMO, José – Estudos Amazônicos. Os Motins Políticos do Pará. UFPA, 1970 (94/106).
VIANNA, Arthur Octávio Nobre – Pontos de História do Pará. Imprensa Oficial, Belém, 1950, 92 páginas.
VIANNA, Hélio – História do Brasil. Edições Melhoramentos, São Paulo, sem data.
VIANNA, Hélio – Vultos do Império. Companhia Editora Nacional, São Paulo, 1968.
WALLACE, Alfred Russel – Viagens pelo Amazonas e Rio Negro, Companhia Editora Nacional, Rio de Janeiro, 1939 (220/221, 231, 251).

Anúncios

2 comentários sobre “BIBLIOGRAFIA

  1. souzajairo 5 de abril de 2015 / 22:58

    Caro Lúcio,

    Fiquei interessado em acessar os documentos do London Office. Eles já estão traduzidos? Posso acessá-los no Arquivo Público do Pará? Você sabe me dizer o que eu precisaria fazer para ter acesso a esses documentos.

    Sou estudante de mestrado e tenho interesse direto nesses textos para a minha pesquisa.
    Desde já muito obrigado pela atenção e parabéns pelo seu trabalho inspirador.

    Abraços mil!

    Curtir

    • Lúcio Flávio Pinto 6 de abril de 2015 / 14:59

      O livro Documentos Ingleses foi publicado pela Secretaria de Cultura do Estado, a Secult. Deve estar disponível na livraria da secretaria. Leia e escreva a respeito. Bom trabalho.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s